Blog para auxílio no estudo do Direito Notarial e Registral. Uma abordagem instrutiva e informativa à estudantes, profissionais e clientes de Serventias Extrajudiciais que se interessam por este valioso universo jurídico propulsor de cidadania e segurança jurídica aos atos da vida civil. DICAS E SUGESTÕES CLIQUE AQUI

Enfoque:

Morre o Tabelião do cartório do 2º Ofício de Notas de São Luís, ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Celso Coutinho, aos 89 anos.

Morreu na manhã deste sábado (02/05/2020), o Tabelião do cartório do 2º Ofício de Notas de São Luís, ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Celso Coutinho, aos 89 anos.

Tive a oportunidade de conhecê-lo durante um coffebreak de um curso relacionado a atividade cartorária, na ocasião, eu como um estudante e apreciador da atividade notarial e registral tive o prazer de ouvir relatos do seu tempo de militância política, da ditadura militar e do cotidiano no Tabelionato de Notas. Em breves minutos de um diálogo pude perceber uma capacidade intelectual imensurável e que com certeza marcou uma história. Fica aqui meus sentimentos a todos os familiares. 

HISTÓRICO - Celso Coutinho nasceu na cidade de Guimarães, no Litoral Norte do Maranhão, em 8 de dezembro de 1930. Começou sua carreira através de movimentos estudantis, chegando a presidir a União Maranhense de Estudantes (UME).

Durante sua carreira política, Celso Coutinho foi eleito quatro vezes deputado estadual, duas vezes prefeito do município de Guimarães e presidiu a Assembleia Legislativa do Maranhão em 1984.

Celso Coutinho sofreu um infarto no mês de março, foi internado em um hospital particular em São Luís, mas a situação da saúde foi agravando, com problemas renais e de infecções, vindo a óbito por volta das 6h, deste sábado.


O Tabelião do cartório do 2º Ofício de Notas de São Luís, Celso Coutinho foi presidente da Assembleia Legislativa em 1984, quando o Maranhão atravessou grande turbulência política, por ocasião da escolha dos deputados que atuariam como delegados nas eleições indiretas, que elegeu Tancredo Neves para a Presidência da República, no Congresso Nacional.

Coutinho elegeu-se pela primeira vez prefeito de sua cidade em 1969. Liderou um movimento para a construção do Hospital Municipal que ficou conhecido como “Passeata das Pedras”, no qual os moradores doaram as pedras para a edificação daquela casa de saúde.

Durante sua carreira política, foi eleito quatro vezes deputado estadual e duas vezes prefeito do município de Guimarães.


Celso Coutinho nasceu na cidade de Guimarães, no Litoral Norte do Maranhão, em 8 de dezembro de 1930. Começou sua carreira através de movimentos estudantis, chegando a presidir a União Maranhense de Estudantes (UME).Morre o Tabelião do cartório do 2º Ofício de Notas de São Luís, ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Celso Coutinho, aos 89 anos.

FONTE: 




Nenhum comentário:

Postar um comentário